segunda-feira, 7 de agosto de 2017

UNIMED NÃO COMPARECE A AUDIÊNCIA DE CONCILIAÇÃO COM O FLUMINENSE

Clube pede valor milionário; Empresa também move processo contra o Tricolor
 
A Unimed-Rio não compareceu a audiência de conciliação com o Fluminense. No processo, o clube cobra uma indenização de R$ 10,5 milhões pelo rompimento da parceria.
A ação, agora, está a cargo da decisão do juiz. A empresa de saúde também move processo contra o clube e faz requisição por R$ 21 milhões. Igualmente sem prazo para ter sentença. As informações são de Hector Werlang, repórter do site Globoesporte.com
O Tricolor fez cobrança de R$ 8,5 milhões por danos materiais e R$ 2 milhões por danos morais pela ruptura do contrato: entende que, após o fim da parceria, teve de assumir o pagamento de salário de dez jogadores. Na época de análise do caso, o clube estimou que poderia reivindicar R$ 45 milhões.
A Unimed, por sua vez, acusa o Fluminense de não ter repassado 75% dos direitos econômicos de Jean, do qual alega ter direito, na venda do meia para o Palmeiras. Na ação, que corre na 36º Vara Cível, a cooperativa de saúde tentou impedir o negócio, o que não foi aceito pelo juiz. Pediu o que julga ter direito. O acordo não teve valor divulgado, mas girou na casa dos R$ 5 milhões. Neste caso, a ex-patrocinadora teria direito a R$ 3,75 milhões. A primeira das três ações tem como autora a Unimed-Rio. Nela, na 24ª Vara Cível, a empresa pede R$ 21 milhões.
FONTERedação NETFLU

Nenhum comentário: