sábado, 5 de agosto de 2017

POR JOÃO PEDRO, ABEL E TORCIDA, FLU DESPACHA O LANTERNA E SE APROXIMA DO G6

Tricolor não deu sopa para o azar e bateu o Atlético-GO 3 a 1
 
Uma noite da torcida por Abel e do Flu pela vitória. Em busca do reencontro com o triunfo, o técnico tricolor escalou o Time de Guerreiros com o que tinha de melhor disponível, apostando no esquema tático com dois pontas. Apesar do oponente ser o lanterna do Campeonato Brasileiro, o Tricolor teve dificuldades no primeiro tempo, mas com aproveitou os erros defensivos do oponente e meteu 3 a 1, vencendo no Rio após seis jogos.
Início sem criatividade, para variar. O Fluminense pecava cometendo erros já conhecidos pela torcida, como a falta de compactação das linhas ofensivas. Mesmo assim, o gol não tardou em sair para os donos da casa, dada a fragilidade do adversário. Na base da insistência, Wellington Silva conseguiu se desvencilhar do zagueiro e a bola sobrou para Wendel. Esperto, ele se aproveitou da saída mal feita pelo goleiro e abriu o placar no Maracanã. Esse, por sinal, fora o primeiro chute a gol dos comandados de Abel Braga.
O gol pareceu ter ligeiramente acordado o Flu. Wellington Silva e Wendel mostravam que queriam ainda mais jogo, sempre protagonizando bons lances individuais. Faltava, no entanto, efetividade e, ainda, maior participação de Henrique Dourado, sumido em todo o primeiro tempo. Entretanto, num erro individual do capitão Henrique, aos 23 minutos, Paulinho aproveitou para encher o pé e deixar tudo igual.
O cenário ficava, em teoria, mais tenebroso porque Calazans sofreu uma entorse no joelho e teve de deixar o campo, dando lugar a Matheus Alessandro. Na prática, o moleque de Xerém que entrou mostrou sagacidade e no segundo lance em que protagonizou, deu assistência para Wellington Silva tirar a defesa com um corte seco e chutar no cantinho, botando o Fluminense outra vez na frente.
Na etapa complementar, o esquadrão verde, branco e grená passou a jogar muito mais nos erros do adversário. Com a defesa do Atlético-GO batendo cabeça freneticamente, restava ao Flu se aproveitar disto. Assim, aliás, saiu o gol de Henrique Dourado, após cruzamento de Marlon. Merece destaque também o jogo sóbrio de Marlon Freitas e a partida sumidaça do ex-tricolor, Walter, por parte do time goiano. No fim, um resultado que recoloca o clube das Laranjeiras, com uma partida a menos, nos trilhos para tentar uma vaga na Libertadores.
FONTENETFLU

Nenhum comentário: