segunda-feira, 10 de julho de 2017

FLU SAI NA FRENTE, MAS JOGA MUITO MAL E SÓ EMPATA COM O BAHIA: 1 A 1

Tricolor leva verdadeiro sufoco fora de casa; pelo menos traz um ponto na bagagem
 
O Fluminense, mesmo jogando muito mal, ficou bem perto de vencer o Bahia fora de casa, neste domingo, na Fonte Nova, pela 12ª rodada do Campeonato Brasileiro. O Tricolor, com Wellington Silva, saiu na frente, mas viu o adversário ser bem superior em campo e buscar o empate por 1 a 1 com João Paulo.
Em casa e pressionado por estar na zona de rebaixamento, o Bahia saiu para cima e armou uma verdadeira blitz para cima do Fluminense. O Tricolor se segurou como pode para não ver o adversário abrir o marcador.
Na prática, o Fluminense criou apenas uma chance em todo o primeiro tempo. Mas o importante é que conseguiu mandar na rede. Lucas aproveitou erro na saída de bola do rival e cruzou. Henrique Dourado tentou marcar de letra e, na sobra, Wellington Silva só empurrou.
Mesmo em vantagem, o Tricolor carioca seguiu bem pior em campo. Os donos da casa pressionavam e o Flu não conseguia nem ao menos levar perigo nos contra-ataques. Até o intervalo, o Bahia ameaçou ainda em três chances claras. Duas delas foram bem defendidas por Júlio César (chutes de Régis e Renê Júnior). Na outra, Mendoza, com o gol vazio, cabeceou para fora.
No segundo tempo, o Bahia seguiu melhor e mais presente no ataque. A pressão, no entanto, não era tão forte. O Fluminense, desta vez, ainda contra-atacava e chegou a mandar uma bola na trave com Wellington Silva num lance no qual foi assinalado impedimento incorretamente.
O justo gol do Bahia saiu quando João Paulo, pouco antes dos 40, acertou uma bomba do meio da rua sem chances para Júlio César.
No fim das contas, mesmo levando o gol quando a partida já se encaminhava para o término, o empate até ficou de bom tamanho. Afinal, o Fluminense ficou longe de ter uma atuação convincente.
O Fluminense jogou com Júlio César, Lucas, Reginaldo, Henrique e Mascarenhas; Orejuela, Marlon Freitas e Gustavo Scarpa; Wellington Silva (Marcos Junior, 18 do 2ºT), Marquinhos Calazans (Maranhão, 28 do 2ºT) e Henrique Dourado.
FONTERedação NETFLU

Nenhum comentário: