sábado, 15 de julho de 2017

FLU RECUSA PEDIDO DE ACORDO DA DRYWORLD E ESPERA RECEBER QUANTIA MILIONÁRIA

Processo segue na justiça do Canadá
 
Anunciada com muita pompa no Salão Nobre das Laranjeiras, após apresentar proposta, em teoria, muito maior do que a da Adidas, a Dryworld nunca conseguiu firmar seus compromissos com o Fluminense e outras equipes ao redor do Brasil. No início da temporada atual, o Tricolor, então, rompeu com fornecedora de materiais esportivos e a colocou na justiça do Canadá, pedindo uma indenização milionária.
Enquanto aguarda a decisão, o Tricolor recebeu uma proposta de acordo da Dryworld de US$ 1,5 milhão (R$ 4,7 milhões), mas recusou por entender que a importância era baixa. De acordo com o portal Globoesporte.com, na primeira parte da ação, o clube brasileiro cobrou US$ 4,2 milhões (R$ 13,3 milhões), valor que a ex-parceira deveria pagar até a rescisão do contrato. O montante total foi maior pois previu o pagamento de multa.
Um escritório de advocacia canadense, contratado pelo Tricolor, comunicou a direção da tentativa de acordo. Vale lembrar ainda que não há data para o conhecimento da sentença, porém, ela deve sair ainda em 2017. O processo corre desde o começo do ano e, até o momento, a justiça do Canadá não respondeu ao pedido de urgência no julgamento feito pelo Flu.
Apesar de tudo, o Time de Guerreiro segue usando a camisa com a logomarca da empresa. A Under Armour, nova fornecedora, estreia no dia 23 de julho, no confronto da equipe verde, branca e grená diante do Corinthians.
FONTEGloboesporte.com

Nenhum comentário: