domingo, 23 de julho de 2017

FLU CAI NA ARMADILHA DO CORINTHIANS, DEIXA PARA ACORDAR NO FIM, MAS PERDE

Novamente pouco criativo, Flu cai para o líder do Brasileiro por 1 a 0
 
Dia de estreias no Maracanã. Inaugurando seu uniforme confeccionado pela Under Armour e o patrocínio da ThinkSeg na camisa, além da presença, pela primeira vez, de Marlon entre os relacionados, o Fluminense entrou em campo para encarar o líder da competição. Do outro lado, tem busca da vitória após dois empates, o Corinthians apostou num jogo de paciência e obteve êxito, com gol de Balbuena.
No primeiro jogo depois da comemoração dos 115 anos do Fluminense, a molecada tricolor demonstrou maturidade na etapa inicial. Apostando na mesma equipe que iniciou o duelo frente ao Cruzeiro, com exceção de Lucas, poupado, que deu lugar a Renato, o técnico Abel Braga introduziu a calma nos pensamento de seus comandados. Tanta calma que, em determinados momentos, o jogo parecia não ter goleiro, em virtude da posse de bola na parte central do campo, sem lances mais efetivos.
O primeiro lance de ataque do Fluminense ocorreu aos 16, num chute por cima de Scarpa. Um minuto depois, o Corinthians respondeu, também de fora da área, mas a bola foi pela linha de fundo. A aplicação das equipes era tamanha que o próximo lance só ocorreu aos 45 minutos, através dos pés de Romero, num chute cruzado. Pelo lado do Flu, quem fugia um pouco da ideia de jogo tranquilo, calmo e estudado era Richarlison, partindo pra cima da marcação, sempre que possível, como um “boi bandido”, porém sem efeito.
Num jogo amarrado como seguia, o placar foi aberto após um lance de bola parada. Aos 4 da etapa complementar, Balbuena subiu no quinto andar, depois de cobrança de escanteio na marca do pênalti e tiro o zero do placar. Henrique deu mole na marcação. Depois do gol, toda a paciência deu lugar à costumeira afobação. E, em meio ao nervosismo, passando dois sufocos no campo de defesa, a resposta veio num arremate de Scarpa com o pé direito, acertando a trave.
Muito mais maduro e entrosado, o Corinthians chegava com sobriedade, em cima do erro dos tricolores. Abel tentou dar mais velocidade ao time com Matheus Alessandro e Peu. Na base do abafa, Cassio salvou o Corinthians num lance de extrema coragem, dividindo com Richarlison e, já perto do fim do jogo, fechando o ângulo de Peu. Por fim, Richarlison fez um, mas em posição ilegal. Não dava tempo para mais nada: 1 a 0 para os paulistas.
FONTENETFLU

Nenhum comentário: