segunda-feira, 24 de julho de 2017

DIRIGENTE ADMITE QUE TENDÊNCIA HOJE É DE CHEGAREM REFORÇOS DO QUE BUSCAR REPOSIÇÃO NA BASE

Marcelo Teixeira é gerente geral da base do Tricolor
 
Foto: Mailson Santana/FFC
O Fluminense sofre com a falta de recursos financeiros para fazer investimentos e também com muitas lesões. Entretanto, ao contrário dos últimos meses, a reposição, desta vez, não virá da base. O gerente geral da base, Marcelo Teixeira, admite que hoje a ideia é trazer jogadores fora do projeto base/Samorin, ou seja, reforços.
– O Fluminense passa por um momento, além da questão da restrição financeira para contratar jogadores, com muitos atletas sofrendo contusões graves. Perdemos uma grande quantidade e houve a necessidade de subir jogadores. Mas acho que chegamos a um momento, com metade da temporada, em que, se subir, vai ser um ou dois. É mais fácil chegar alguém – explicou.
FONTELancenet

Nenhum comentário: