terça-feira, 20 de junho de 2017

PRESIDENTE REVELA OS GASTOS COM O MARACANÃ E PÚBLICO MÍNIMO PARA NÃO TER PREJUÍZO

Estádio tem custo elevado
 
Com a liberação do Giulite Coutinho para jogos oficiais, o Maracanã será relegado a segundo plano pelo Fluminense. O custo de manutenção do estádio é o motivo, segundo o presidente tricolor, Pedro Abad, que destrinchou os gastos.
– Você tem os stewarts, água e luz são muito caros, média de R$ 160 mil por jogo, segurança… O Fluminense quando joga, contando valor de aluguel, já saímos com R$ 450 mil só de despesa de operação. Ainda tem de despesa de borderô, ambulância, enfim, o número, quando você junta tudo, para não ter prejuízo, tem de botar de 26 a 27 mil pessoas para empatar. Para o Flamengo é maior, pois o aluguel para ele é maior.

Nenhum comentário: