sexta-feira, 16 de junho de 2017

EM QUEDA LIVRE, FLU FAZ VERGONHA EM CASA E PERDE DE NOVO: GRÊMIO 2 A 0

Sem vencer há três jogos no Brasileiro, Tricolor perde com dois gols de falta
 
Sem fazer grande esforço, o Grêmio voltou a vencer (já tinha batido o Flu em dois jogos na Copa do Brasil) o Fluminense. Na noite desta quinta-feira, com gols de falta de Edílson e Luan e contando com a ajuda de Júlio César, o time gaúcho saiu do Maracanã com 2 a 0 na bagagem. O Tricolor carioca, em queda livre, chegou ao terceiro jogo seguido sem vencer no Brasileiro com o novo papelão (duas derrotas e um empate). Com dez pontos, está em nono lugar.
O Fluminense, na prática, nem esteve tão mal. Também ficou longe de fazer uma bela apresentação. Mas contra um forte time, e superior, como o do Grêmio sair atrás complica demais. E foi justamente isso que aconteceu. Logo no início da partida, em falta do meio da rua, Edílson acertou uma bomba e Júlio César aceitou. Atrás, o time tricolor até tentou sair para o jogo. Faltava, porém, caprichar nas jogadas.
Pelo meio, Gustavo Scarpa em nenhum momento se omitiu. No entanto, errou a maioria dos passes. O mesmo acontecia com Léo pela esquerda. Ia ao fundo e não conseguia cruzar da melhor maneira. Richarlison, em impedimento, chegou a balançar a rede de Grohe, mas o bandeira, com um século de atraso e sem convicção, assinalou.
Vale também uma “menção honrosa” a péssima arbitragem do horroroso juiz Elmo Alves da Cunha. O juiz, em solada grosseira de Geromel no Scarpa, deu só amarelo. Depois, ignorou falta estúpida do zagueiro gremista ao enfiar a mão na cara de Richarlison quando ia dando uma pixotada. O defensor gaúcho que era para ter sido expulso saiu para o intervalo sem nem sequer uma advertência.
O Fluminense até voltou com uma postura mais ofensiva para o segundo tempo. Abel apostou na troca do lateral-esquerdo Léo para a entrada de Lucas Fernandes, deslocando Calazans para a lateral. Fernandes, logo no primeiro lance da etapa final, entrou livre e chutou para fora. Depois, numa bela arrancada de Wendel, Richarlison também perdeu boa chance. E foi só.
Com uma equipe bem melhor, o Grêmio soube se fechar e sair apenas na boa. Matou o jogo em mais uma cobrança de falta. Desta vez mais perto da área e novamente contando com aquela força de Júlio César, Luan foi o responsável por dar números finais ao duelo.
No próximo domingo tem Fla-Flu e com o Tricolor em queda livre fica até difícil prever o que poderá acontecer…
O Fluminense jogou com Júlio César, Lucas (Renato, 41 do 2ºT), Reginaldo, Henrique e Léo (Lucas Fernandes, intervalo); Mateus Norton, Wendel e Gustavo Scarpa (Pedro, 30 do 2ºT), Richarlison, Marquinhos Calazans e Henrique Dourado.

Nenhum comentário: