domingo, 11 de junho de 2017

ATUAÇÕES - PALMEIRAS 3 X 1 FLUMINENSE

Confira as opiniões de quem produz para o site número 1 da torcida tricolor
 
125
JULIO CESAR – NOTA 5,5
– Sem culpa nos gols. Foi pouco exigido.
LUCAS – NOTA 4,0
– Aquele lateral-direito do Carioca sumiu. Não ataca, nem defende com a mesma eficiência.
REGINALDO – NOTA 6,5
– Seguro, por baixo e pelo alto. O melhor jogador da defesa e ainda iniciou o lance do gol tricolor com belo lançamento para Calazans.
HENRIQUE – NOTA 4,5
– Jogou, praticamente, a partida inteira de volante. Se não comprometeu, contribuiu pouquíssimo com a bola. Saiu cansado.
*MARCOS JÚNIOR – NOTA 3,0
– Teve uma chance no jogo. Cabeceou em cima de Fernando Prass, desperdiçando um pontinho valioso.
LÉO – NOTA 4,0
– Vacilou no segundo gol do Palmeiras. Limitado, fez o que pôde para leva o time a frente.
LUIZ FERNANDO – SEM NOTA
– Se lesionou com cinco minutos de jogo
*NOGUEIRA – NOTA 4,0
– Mal posicionado no segundo gol do Palmeiras. Afobado em algumas jogadas, mas, depois, não comprometeu.
WENDEL – NOTA 5,0
– Sua pior partida desde que foi alçado à condição de titular. Foi desarmado muitas vezes e, talvez por cansaço, não conseguiu fazer a ligação da defesa com o ataque.
MARQUINHO – NOTA 1,0
– O fantasminha camarada de Abel. Uma assombração para a torcida. Se esconde do jogo o tempo todo. Não marca, nem se apresenta para jogar.
*MATHEUS ALESSANDRO – NOTA 3,5
– Não entrou bem. Buscou as jogadas individuais, mas errou a maioria.
GUSTAVO SCARPA – NOTA 4,5
– Ainda longe do Scarpa que se tornou ídolo. Ainda assim, teve lampejos, como no passe para Lucas, que quase resultou em gol de Henrique Dourado.
MARQUINHOS CALAZANS – NOTA 7,0
– O melhor jogador do Fluminense na partida. Assistiu Henrique Dourado e deu trabalho para Jean pelo lado direito, tanto que o lateral foi substituído. Deslocado para jogar pela direita no segundo tempo, sumiu.
HENRIQUE DOURADO – NOTA 6,5
– Belo gol, de centroavante, com a perna “ruim”. Perdeu oportunidade na cara de Fernando Prass.
ABEL BRAGA – NOTA 4,0
– Bem na escalação de Calazans, mal na insistência com Marquinho. Errou ao deslocar Calazans para a direita no segundo tempo. O garoto desapareceu do jogo. Fez boas mexidas no segundo tempo e seu time quase saiu com o empate. A defesa, porém, é o calcanhar de aquiles. Seu time toma muitos gols.

Nenhum comentário: