terça-feira, 20 de junho de 2017

ABAD LEMBRA CONFUSA NEGOCIAÇÃO RICHARLISON/PALMEIRAS E CONTA POR QUE A INTERROMPEU

Presidente do Fluminense considerou errada a condução das conversas
 
Richarlison, por muito pouco, não trocou o Fluminense pelo Palmeiras recentemente. Ao recordar a confusa negociação, Pedro Abad conta por que decidiu interromper as conversas. O presidente tricolor não gostou de como a situação evoluiu a ponto de culminar com o pedido do atacante para não enfrentar o time paulista.
– O que sabemos de fato, sem fazer conjecturas que ataquem A, B ou C, é que na terça-feira anterior ao jogo contra o Palmeiras recebemos dois agentes, um inclusive do próprio atleta, trazendo a proposta do Palmeiras. Havíamos combinado que no sábado após a partida debateríamos, com a presença de representantes do próprio e daria uma resposta a contra-proposta. Na sexta pela manhã recebi a notícia do nosso gerente de futebol que o atleta tinha pedido para não jogar, sem cabeça, por causa da proposta do Palmeiras. A partir daí, quando constatamos a perda técnica do clube, isso causou desconforto e achamos que a negociação não estava bem conduzida. Decidi interromper. É necessário mostrar que existe uma forma de fazer as negociações. Se combinamos um rito para ela, elas precisam ser cumpridas, senão vira bagunça e o Fluminense não é um clube de bagunça. Preferi, então, dar por encerrado. Estive no camarote da Crefisa no dia jogo e expliquei que não tinha nenhum problema com o Palmeiras e o encerramento da negociação se dá apenas e tão somente pela forma como foi conduzida – disse.
FONTESporTV

Nenhum comentário: