quinta-feira, 3 de setembro de 2015

ARBITRAGEM PREJUDICA, FLU JOGA MAL E PERDE PARA O CORINTHIANS FORA

Derrotado por 2 a 0 em Itaquera, Tricolor vê o G4 cada vez mais de longe
Cícero empataria o jogo no começo do segundo tempo, mas teve gol absurdamente anulado (Foto: Reprodução da internet)
Cícero empataria o jogo no começo do segundo tempo, mas teve gol absurdamente anulado (Foto: Reprodução da internet)
Por Rodrigo Mendes
Uma atuação ruim, principalmente no começo da partida, uma arbitragem tendenciosa e ruim e um oponente superior foram uma combinação mortal para o Fluminense na noite desta quarta-feira no Itaquerão. O queridinho das arbitragens Corinthians venceu por 2 a 0, com gols de Marciel e Ralf e o Tricolor, estagnado nos 33 pontos, segue em sétimo lugar e cada vez mais longe do G4. Os paulistas, jogando a cada rodada com 14 (11 mais árbitros e bandeiras), lideram com facilidade.
Diante de um adversário mais forte e jogando em casa, era importante que o Fluminense suportasse a pressão inicial. O que não aconteceu…Logo cedo, Edson e Jean bateram cabeça no meio de campo e proporcionaram o contra-ataque ao Corinthians. Na finalização, Marciel teve calma para cortar Renato e mandar na rede. Os minutos seguintes indicavam até que os paulistas poderiam chegar a uma goleada. Rápidos e organizados, entravam trocando passes como queriam pela zaga tricolor.
O Fluminense até conseguiu dar uma equilibrada, mas quando tinha a bola no pé faltava inspiração. Lento, o time mal chegava à frente. Na única chance de maior perigo, Wellington Paulista descolou belo cruzamento para Gerson bater para fora. Já o Corinthians era muito mais perigoso. Tabelando, Danilo, Malcon, Jadson e Vagner Love incomodavam demais. Malcon, inclusive, teve duas chances claríssimas para fazer o segundo antes do intervalo. Numa, bateu por cima. Na outra, Diego Cavalieri salvou.
Na volta para o segundo tempo, o Fluminense poderia até ter chegado ao empate rapidamente, não fosse um problema recorrente do futebol nacional: as péssimas arbitragens entrando em cena. Após cruzamento, Cícero pegou sobre com um quilômetro de posição legal e marcou, mas o bandeira, sabe-se lá como (ou porque), assinalou impedimento. No apito, Sandro Meira Ricci anulou. Vergonhoso.
Aí ficou fácil para o Corinthians, que já era melhor. Antônio Carlos fez bobagem lá atrás, escorregou e derrubou Malcon. Na cobrança de Jadson, Ralf subiu sozinho e cabeceou para ampliar e dar números finais ao duelo.
Passada mais uma derrota, cabe agora ao Fluminense juntar os cacos para não fazer vergonha no Fla-Flu do próximo domingo…
O Fluminense jogou com: Diego Cavalieri, Renato, Antônio Carlos, Henrique e Gustavo Scarpa; Edson, Jean, Cícero (Vinícius) e Gerson (Osvaldo); Marcos Júnior e Wellington Paulista (Michael).
Fonte: Redação NETFLU
DIVULGAÇÃO: Blog Dudé Vieira.

Nenhum comentário: