domingo, 12 de julho de 2015

ISSO AQUI É FLUZÃO! NOS ACRÉSCIMOS, GUERREIROS VENCEM O ATLÉTICO

Tricolor sofreu pressão, mas Fred marcou aos 48 minutos do segundo tempo
Foto: Nelson Perez/Fluminense F.C
Foto: Nelson Perez/Fluminense F.C
Por Leandro Dias
Que vitória! O Fluminense sofreu pressão quase que durante todo o jogo contra o Atlético-PR, mas conseguiu vencer mais uma. Aos 48 minutos do segundo tempo, Fred, o nome do jogo, marcou o gol da vitória tricolor por 2 a 1. Gustavo Scarpa abriu o placar, Sidicley empatou e o capitão, líder da garotada, garantiu mais três pontos.
O início do Fluminense foi promissor. Sem se intimidar com a pressão da torcida atléticana, demonstrou personalidade com troca de passes em velocidade e muíta movimentação dos homens de frente. Gerson e Gustavo Scarpa ditavam o ritmo, Marcos Júnior aceleráva o jogo e parecia que seria um confronto aberto. Mas a partir dos 15 minutos, o time da casa passou a tomar conta.
O Tricolor começou a ter dificuldades na saída de bola, já que o adversário marcava adiantado. Gum errava muitos passes e lançamentos, Rafinha parecia perdido na proteção à zaga e a trinca de meias, que envolveu no começo da partida, sumiu.
É bem verdade que o rubro-negro não teve uma oportunidade clara de gol, porém, sempre rondou a meta de Cavalieri. O Flu chegou três vezes, com Gerson, Rafinha e Fred, também sem representar muito perigo.
No segundo tempo, o Flu voltou com a postura do início do primeiro. Tanto que o gol poderia ter saído com Marcos Júnior, logo no começo, em cruzamento de Gustavo Scarpa. Mas o destino quis que o último abrisse o placar. Pouco tempo depois da chance clara desperdiçada pelo camisa 35, Fred deu passe excelente para o garoto, que chutou forte, no alto, estufando a rede.
O gol melhorou a qualidade do jogo. O Atlético-PR buscava mais o ataque e o Flu esperava para puxar os contra-ataques. Wellington Silva teve a chance de ampliar, mas foi o time da casa quem empatou, aos 24 minutos. Walter deu sorte em lance com Renato, que entrou no lugar do titular da lateral direita, e Gum. O atacante cruzou na cabeça de Sidicley, em vácilo de marcação de Giovanni.
Depois do gol, o Fluminense levou sufoco até o fim. Diego Cavalieri praticou, pelo menos, duas defesas salvadôras e o empate se encáminhava. Mas quem tem Fred, tem gol. Aos 48 minutos, o capitão fez o gol de uma vitória improvável na Arena da Baixada, afinal o Atlético-PR estava invicto em casa. Te cuida, Galo!
Fonte: Redação NETFLU
DIVULGAÇÃO: Blog Dudé Vieira.

Nenhum comentário: