domingo, 28 de junho de 2015

GUERREIROS! FLU VIRA PARA CIMA DO GOIÁS E, COM NOVE, VENCE A PARTIDA

Time se superou e chega ao G4 do Brasileirão
Foto: Nelson Perez/Fluminense F.C
Foto: Nelson Perez/Fluminense F.C
Por Leandro Dias
Como na quarta-feira, o Fluminense só acordou no segundo tempo. Diego Cavalieri falhou, se redimiu, Gum cansou de errar, mas, ainda assim, o time foi guerreiro. Com dois jogadores a menos, se superou e venceu o Goiás, de virada, por 2 a 1. Os gols foram de Wagner e Edson. Erick descontou. Com o resultado, o Tricolor assumiu a terceira colocação do Brasileiro com 17 pontos, dois a menos do líder, Sport.
O esquema da moda, 4-2-3-1, estava lá no Fluminense, mas com uma mudança das peças. Vinícius jogou aberto pela esquerda, Wagner no meio e Gerson na ponta direita. Difícil constatar se a alteração foi determinante para a má partida do time no primeiro tempo. Fato é que o Tricolor foi uma nulidade.
Gerson, mais uma vez, não participava da partida. Wagner não tinha qualidade para ser o meia central e Vinícius no flanco, sem velocidade, não criava nada. Magno Alves, isolado, também pouco tocou na bola e o que se viu foi um domínio territorial do Fluminense, mas sem agredir o Goiás.
O adversário, limitado tecnicamente, tinha a seu favor a velocidade. E através dela e do mau posicionamento da zaga, incomodou o Flu. Bruno Henrique perdeu boa chance logo no início e Erik, aos 31 minutos, aproveitou a lentidão de Gum e a falha de Cavalieri, que ficou plantado no gol, para abrir o placar. Felipe Menezes poderia ter ampliado logo em seguida, mas o chute saiu para fora.
O panorama do confronto não mudou depois do gol. Lento toda vida e com seu criador de jogadas perdido no lado esquerdo, o Fluminense não chegava com perigo à meta de Renan. O Goiás ficava na dele, atrás, esperando uma brecha para partir em velocidade. O primeiro tempo acabou sem nenhuma chance real de gol criada pelo visitante.
No recomeço do jogo, sem Gerson e com Lucas Gomes, Gum falhou novamente e o Goiás quase ampliou. Em seguida, porém, veio o empate. Vinícius, no meio, deu bolão para Lucas Gomes que cruzou errado. No rebote, o camisa 29 chuta e Wagner desvia para o gol: 1 a 1.
Quando tudo parecia resolver, Gum, mais uma vez, resolveu ser personagem de vez. Após recuo errado de Giovanni, o zagueiro não consegue acompanhar Erik, toma um corte e põe a mão na bola. Pênalti para o Goiás e zagueiro tricolor expulso. Mas Diego Cavalieri se redimiu e impediu o segundo gol esmeraldino.
A partida ficou emocionante e mudou completamente. Quando tudo parecia perdido, o Flu, com um a menos, chegou à virada. Lucas Gomes cruzou, Henrique, que entrara no lugar de Magno Alves, cabeceou para o meio da área e Edson balançou a rede.
O time se defendeu como pôde e tudo piorou quando Vinícius machucou o pé e não conseguiu voltar. Com dois jogadores a menos, o Fluminense segurou a vitória até o fim. Guerreiro! Muito guerreiro!
Fonte: Redação NETFLU
DIVULGAÇÃO: Blog Dudé Vieira.

Nenhum comentário: