quinta-feira, 17 de julho de 2014

SEXTA DUPLA DE ZAGA, E FLU SOFRE GOL PELO TERCEIRO JOGO CONSECUTIVO

Estreia de Henrique, ao lado de Gum, não controla ataque do Criciúma, mas Cristóvão Borges culpa desatenção coletiva pelo desempenho irregular


Por Criciúma, SC
As dez rodadas do Brasileirão mostram um Fluminense em declínio no que diz respeito à defesa. Se nos cinco primeiros jogos sofreu apenas três gols, este número sobre para oito na segunda metade do campeonato. Nem mesmo a estreia de Henrique, que, ao lado deGum, formou a sexta dupla da temporada, foi capaz de estancar a situação diante do Criciúma, quarta-feira, no Heriberto Hülse(veja no vídeo acima). Resultado: faz três rodadas que Diego Cavalieri tem de ir buscar a bola na rede tricolor.   
Cristóvão Borges, porém, entende que a dupla não pode ser avaliada por apenas uma partida, derrota por 3 a 2. E também discorda que o problema seja a dificuldade de adaptação de Henrique, defensor que passou os últimos nove anos no Bourdeaux, da França.   
- Adaptação é natural pelo tempo, mas não é justificativa para os gols que tomamos. Tomar gol foi um conjunto de coisas, como a desatenção em alguns momentos que tivemos – explica o treinador.   
Antes desta formação, o treinador havia mandado a campo, na maioria das vezes, Gum e Elivelton. Só mudou em caso de impedimento do segundo. Optando pelas entradas de Marlon, Fabrício e Wellington Carvalho. Com Renato Gaúcho, ainda houve espaço a Leandro Euzébio.   
Com os três gols sofridos na quarta, a defesa tricolor chegou a 11 bolas na rede. É a 12ª mais vazada da competição. Terá a chance de se recuperar, domingo, em Volta Redonda, onde o Flu receberá o Santos.
Gum jogo Criciúma x Fluminense (Foto: Getty Images)Gum comandou defesa que sofreu três gols contra o Criciúma (Foto: Getty Images)FONTE: GLOBOESPORTE.COMDIVULGAÇÃO: Blog Dudé Vieira.

Nenhum comentário: