domingo, 1 de junho de 2014

FLU NÃO JOGA BEM, INTER PRESSIONA O FLU, MAS JOGO FICA NO EMPATE NO MOACYRZÃO

Gaúchos vão bem no segundo tempo, porém, não conseguem transformar a superioridade em gol e param em quinto no Brasileiro. Tricolor é vice-líder


DESTAQUES DO JOGO
  • encontro
    Abel Braga
    O técnico do Inter é um velho conhecido dos jogadores do Flu. Demitido no ano passado, foi cumprimentado pelos seus ex-comandados.
  • estatística
    passes errados
    Foram muitos erros de passes. Principalmente do Tricolor, que ao todo teve 37, contra 26 do Inter. Em uma das bobeadas saiu o gol colorado.
  • tudo igual
    posse de bola
    Apesar de ter jogado melhor, principalmente no segundo tempo, o Inter não ficou mais com a bola. A posse terminou em 50% para cada um.
A CRÔNICA
por GloboEsporte.com

D’Alessandro arisco, Wellington Paulista saindo da área para ajudar, marcação forte no meio de campo, Valdivia entrando para dar mais velocidade, Fabrício apoiando bem. O Inter parecia fazer tudo certo. Depois de um primeiro tempo equilibrado, voltou para o segundo mais organizado, dominou o meio de campo, mas o 1 a 1 com o Fluminense insistiu em permanecer no placar do Moacyrzão neste domingo. Agora, jogos do Campeonato Brasileiro somente em julho, após o fim da Copa do Mundo. E os gaúchos dormem em quinto durante a parada, com 16 pontos. Os tricolores seguem na vice-liderança, com a mesma quantidade de pontos, porém, com uma vitória a mais no critério de desempate.

Abel Braga geralmente fica inquieto à beira do campo. Mas teve motivos de sobra para balançar a cabeça negativamente desta vez. A bochecha ficava avermelhada a cada lance perdido. Das 13 finalizações, cinco eram chances reais de gol. Teve de se contentar com a única bola na rede marcada por Jorge Henrique, que, aliás, foi a surpresa na escalação.

Cristóvão Borges sonhava com o triunfo para "torcer na Copa com tranquilidade." Não foi possível. O saldo dessas nove primeiras rodadas, porém, é positivo. Contra o Inter seu time teve volume na primeira etapa. Mas a qualidade caiu, a equipe se perdeu no meio de campo, Walter ficou isolado, e de bom tamanho ficou o gol de Jean que não permitiu que o adversário direto pelo G-4 o ultrapassasse.
Walter e Juan Fluminense x Internacional (Foto: Fabio Castro / Ag. Estado)Walter e Juan disputam a bola no Moacyrzão. Times ficam no empate (Foto: Fabio Castro / Ag. Estado)
Tudo começou muito equilibrado. O Inter demorou mais a acordar. Era dominado e sufocado no campo defensivo. Abel Braga, no primeiro confronto com o Fluminense depois que deixou o clube no ano passado, conhece bem a sua cria. Optou por Jorge Henrique. Deixou Valdivia esperando no banco. Desde o início o rápido atacante incomodou Carlinhos, e eles chegaram a se estranhar. E quando Diguinho perdeu a bola e Alan Patrick tocou com precisão, o arisco jogador do Inter apareceu livre no meio da defesa, que parou para assistir: 1 a 0. Jean tratou de deixar o resultado mais justo naquele momento quando chutou de fora da área para empatar - Rafael Sobis estava em posição irregular antes de tocar para o volante finalizar. Aí os colorados acordaram de vez.
Alguns defeitos que os tricolores já apresentavam ficaram mais expostos no segundo tempo quando o adversário tomou o meio de campo e fez o ritmo da partida ser como queria. Conca apagado, Carlinhos errando quase todos cruzamentos, Walter isolado no ataque, passes errados - 37 contra 26 do Inter. Mas foi Abel que começou a ficar inquieto. Chamou Valdivia para usar a arma que tinha guardado. O jovem meio de campo deu trabalho, colocou mais velocidade. O gol não saiu. D'Alessandro deixou o campo satisfeito com a pontuação alcançada antes da parada para a Copa, apesar de acreditar que seu time poderia ter vencido. Walter também não reclamou do pontinho conquistado. E segue o jogo.

Mas segue o jogo agora só em 16 de julho. Neste dia, pelo Brasileiro, o Fluminense pega o Criciúma, no Heriberto Hülse. O Inter vai encarar o Corinthians, fora de casa. Antes, porém, o Tricolor terá um amistoso contra a Itália, 8 de junho, em Volta Redonda.
FONTE: GLOBOESPORTE.COM
DIVULGAÇÃO: Blog Dudé Vieira.

Nenhum comentário: